O futuro é ancestral?

Aline Tonin
Aline Tonin

nutrição integrativa

Nasci nos anos 80. Sou da geração que esperava dar meia noite pra poder usar a internet discada, sou do tempo que não existia celular, passei minha infância brincando de bets na rua, fazia brigadeiro de barro com as amigas e esperava o pai chegar do trabalho pra chupar cana com ele sentada no gramado de casa rsrs. Vivi este mundo antes da era digital, vivo no mundo da era digital e talvez viva a era do tal metaverso.

Ainda pode parecer cedo pra falar disso, mas não é, me dei conta através de um texto que li do Shaan Puri que o metaverso é uma mudança gradual que tá acontecendo há 20 anos. Não é um lugar, é um tempo — sim, um momento no tempo onde a inteligência artificial fica mais esperta que os humanos, um momento no tempo que nossa vida digital vale mais pra nós do que a vida física.

Partes importantes da vida estão se tornando digitais, o trabalho das fábricas para o laptop, salas de reunião para o zoom, amigos vizinhos para seguidores, crianças jogam + online do que jogam bola na rua, filtros são a nova maquiagem, stories formam seu painel pessoal. Tudo vira digital. Ahh dinheiro agora tb é criptomoeda.

Isso é bom ou ruim? nem bom, nem ruim, como qq outra coisa, é apenas uma coisa. Uma coisa muito diferente.

Nossa atenção tá sendo sugada do fisico para o digital, e onde a atenção vai, a energia vai junto. Se vc viver mais 10 ou 20 anos, vamos entrar no metaverso. O momento no tempo onde o digital importa mais que o real.

O mais interessante de tudo, é que ao mesmo tempo que falamos de metaverso aqui, milhares de indígenas peruanos, brasileiros e por toda américa do sul ainda vivem (e resistem) de uma forma integrada a natureza, harmoniosa, ancestral , de uma forma pura, simples. Se alimentam do que caçam, pescam, plantam. Vivem em comunidade, suas referências vêm da natureza, da cosmologia e dos sonhos, suas medicinas vem das plantas, da floresta, alguns ainda vivem isolados e nunca tiveram contato com outras pessoas fora de suas aldeias. Se fortalecem e se nutrem da espiritualidade.

Quantos tempos vivemos ao mesmo tempo?

Já estive na era pré digital, estou na era digital, adentrando o tal metaverso e tenho relação com ancestrais que ainda vivem como se voltássemos uns 500 anos no tempo. Quantos tempos existem dentro de um só tempo?

Quantas fendas se abrem dentro deste tempo?

Que tempo meu coração se alinha com minha alma?

Qual tempo quero pra minha vida, que fenda devo adentrar — a que retorna, ou a que avança?

Como viver de forma harmoniosa dentro de todos estes tempos?

Tenho a percepção de que os acontecimentos são interdependentes e se completam. As pontas também podem ser relacionadas a vida, morte e renascimento, ou ainda passado, presente e futuro. Já nem sei que tempo estou.

O futuro é ancestral?

Que futuro você quer pra sua jornada?

Que fenda do tempo vc quer adentrar hoje?

Pra refletir, Com Carinho,

Nutri Aline Tonin

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas valiosas e conteúdos fresquinhos no seu e-mail

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Saiba mais na nossa política de privacidade